domingo, janeiro 10, 2010

Exageros
Nas últimas semanas temos tido bastante neve, um fenómeno que tem tendência a provocar o comportamento mais infantil e brincalhão em miúdos e graúdos: vêem-se por toda a parte bonecos de neve e trenós e há sempre quem aproveite para atirar uma inocente bola de neve a quem passa – uma espécie de convite informal a que uma pessoa se junte à brincadeira.

Entretanto há quem não ache muita graça a este tipo de brincadeiras – como foi o caso há dias de um sr. guarda em Washington D.C., que não foi de meias medidas (ou não fosse ele americano, né?…): apanhou-se no meio de uma guerra local de bolas de neve e quando viu o seu carro “alvejado” por um monte de bolas de neve toca a sacar da pistola de serviço, para susto e consternação geral da malta que ali se estava a divertir.
Felizmente que alguém se lembrou de filmar o episódio, e portanto o sr. guarda-cowboy irascível arrisca-se a apanhar com um bem merecido processo disciplinar em cima :-P

5 Comments:

Blogger Jaime said...

Qualquer bom general te dirá que na guerra (incluindo as batalhas de bolas de neve) convém sempre ter melhor armamento do que o inimigo. Ora, toda a gente sabe que balas de metal são melhores do que bolas de neve. Mas a verdadeira arma de destruição maciça é um bom secador de cabelo bem quentinho.

10 janeiro, 2010 15:55  
Blogger Helena Mendes said...

Bem Feito!!!!

10 janeiro, 2010 18:01  
Blogger Vida de Praia said...

LOL, jaime :-D Pois claro! Logo o tipo bem parvo foi, né?... ;-)

Nem mais, helena!

10 janeiro, 2010 18:53  
Blogger papel químico said...

mas que bestonga

11 janeiro, 2010 01:59  
Blogger Vida de Praia said...

Das grandalhonas, papel :-P

11 janeiro, 2010 22:14  

Enviar um comentário

<< Home