sábado, fevereiro 16, 2019

Metáforas
Há metáforas tão evidentes que nem precisam de explicação.
Adoro livros! :-)


sexta-feira, fevereiro 15, 2019

Fim-de-semana florido
Isto é uma foto tirada à entrada do meu supermercado. Hoje Quando fôr às compras espero que ainda haja tulipas 🌷 🌷 🌷

quinta-feira, fevereiro 14, 2019

Dia do Amor
Hoje festejamos o Dia de S. Valentim, em que os casais de namorados oferecem corações e flores um ao outro e bebem bolhinhas côr-de-rosa. Ou comem bolinhos românticos ♥

quarta-feira, fevereiro 13, 2019

Esperar 
Às vezes valia a pena esperar até as duas coisas estarem ligadas antes de se abrir a boca para dizer alguma coisa ;-)

terça-feira, fevereiro 12, 2019

Método genial 
Se há coisa que me irrita é estar tudo sujo e desarrumado momentos depois de ter feito as limpezas. Finalmente descobri a solução: pôr a malta fora de casa, limpar e mudar as fechaduras não deixando ninguém entrar :-D

segunda-feira, fevereiro 11, 2019


Feedback
Há dias tive uma reunião com o banco e a funcionária perguntou se podia mandar um formulário para inquirir sobre o grau de satisfação com a dita. À saída de um dos supermercados onde faço as minhas compras há uma maquineta que pede smileys. Enfim, é moderno dar notas a tudo. Entretanto pode correr mal, se o sítio recebe uma má nota. Como foi o caso recentemente com uma pizzaria daquelas em que se faz encomendas online através de um portal intermediário, neste caso o Hungry.dk. Vinha no jornal que um cliente a criticou no site, quando foi inquirido sobre o grau de satisfação, por lhe ter sido entregue uma pizza com um cabelo e presunto com um sabor estranho. O cliente foi contactado por email pela tal firma intermediária, que se ofereceu a devolver-lhe o dinheiro da pizza se ele mudasse o comentário. O que mais tarde foi apelidado de um “erro”, mas que as más línguas poderia apelidar de suborno se fossem mázinhas ;-D

domingo, fevereiro 10, 2019


Gillette 
Não sei se já repararam que os anúncios da Gillette têm sempre homens muito masculinos com a barba por fazer. Entretanto não sei se no gozo, se para desafiar os esterotipos de masculinidade tóxica, se quê, recentemente fizeram um anúncio em que alteraram o slogan do costume (“Gillette, o melhor quer um homem pode ter”) ligeiramente, tornando-o pergunta: “É mesmo isto o melhor que um homem consegue ter”? E parece que alguns activistas dos direitos dos homens, um movimento que eu desconhecia existir, não acharam graça; chamam a isto bullying e ameaçam boicotar a marca. 
Haja paciência...