terça-feira, setembro 18, 2018

Reciclagem
Acho incrível a versatilidade que a reciclagem permite. Que papel se volte a tornar papel ou que plástico volte a ser plástico é simples. Mas há dia li que tornaram garrafas e copos de plástico numa ciclovia! O equivalente a 218 mil copos de plástico e 500 mil tampas é agora um troço de 30 metros na cidade holandesa de Zwolle. E daqui a nada abrem outra ali perto em Giethoorn. E tencionam usar o mesmo material na construção de  estradas, parques de estacionamento, plataformas de comboios e passeios pedonais.

segunda-feira, setembro 17, 2018

Ficar calado
Jon: «Para perder peso é preciso queimar calorias.» «Caminhar uma milha queima 500 calorias por hora.» «Estar aí deitado não queima calorias nenhumas.»
Garfield: «E dar-te uma cacetada com o teu livro de dietas queimará quantas calorias?»
Às vezes mais valia ficar calado :-D

domingo, setembro 16, 2018


Esforço descomunal
Às vezes até as mais pequenas coisas exigem um esforço descomunal.

sábado, setembro 15, 2018

Ai, ai, ai
Ai, ai, ai, quando as pessoas se metem em coisas para as quais não têm jeito... é entretenimento para os demais :-D

sexta-feira, setembro 14, 2018

Sem palavras
Cuidado com as migalhas na cama :-D

quinta-feira, setembro 13, 2018


O que os animais nos podem ensinar – 2
E não é só em relação à saúde física que os nossos animais nos podiam ensinar e muito. Em termos de saúde mental também, a paz de alma: os animais não perdem tempo a comparar-se com outros ou a pensar no que pensam os outros e como tal não têm problemas de auto-estima. As chatices são de pouca dura; perdoam e seguem. O que é saudável para o coração. São gratos por pouco – e no caso dos humanos a gratidão torna-nos mais pacientes e ajuda.-nos a tomar melhores decisões. Não julgam. São positivos. E curiosos. E brincalhões. E como se sabe a brincadeira melhora a inteligência, a criatividade e as competências sociais. Estão 100% presentes no momento, no que estão a fazer agora mesmo; nunca fazem várias coisas ao mesmo tempo. Cultivam as amizades e nunca escondem a afecção. E nunca declinam um toque, o que também faz bem à saúde dos humanos, pois o toque fortalece o sistema imunitário e acalma.

quarta-feira, setembro 12, 2018



O que os animais nos podem ensinar – 1
Talvez nós sejamos mais inteligentes do que os nossos animais, mas se formos a ver eles também têm muito que nos ensinar. Por exemplo dar pelo menos uma volta todos os dias – reduz o peso, o stress e o risco de se vir a desenvolver doenças crónicas. Dormir a sesta – já foi comprovado que melhora a perspicácia e a eficácia. Dar prioridade à higiene – para além dos benefícios óbvios para a saúde, diminuindo a quantidade de germes, melhora a auto-estima sentir-se limpo. E os animais nunca deixam uma refeição passar em branco. E já se sabe que passar fome não ajuda a perder peso a longo-prazo, pois só se perde músculo e não gordura. E era tão bom que os animais nos inspirassem a comer mais peixe, que faz bem ao coração. E a beber mais água, de que as nossas células tanto precisam para se manterem saudáveis. E para terminar por hoje, já notaram que o vosso cão prefere ir à sombra nas horas de mais calor?