quinta-feira, janeiro 28, 2010

Gestos
Em alturas de grande sofrimento humano causado por catástofes naturais como foi o caso do Tsunami no sudeste da Ásia e mais recentemente do terramoto no Haiti o que mais me sensibiliza são as manifestações de bondade, solidariedade e altruismo de pessoas mais ou menos anónimas, que por iniciativa própria mobilizam esta ou aquela forma de ajuda para remediar a situação. Lembro-me da história de um adolescente dinamarquês que doou todo o dinheiro que recebeu pela sua segunda comunhão ( e nã era pouco) para ajudar as vítimas do Tsunami e de me terem vindo as lágrimas aos olhos ao ver o relato. E há dias foi a vez de um miúdo britânico de me sensibilizar: Charlie Simpson de 7 anos de idade ficou tão angustiado ao ver as notícias que resolveu agir e conseguiu angariar não as 500 libras que esperava mas 100.000 libras para as vítimas do terramoto no Haiti, andando às voltas na sua bicicleta no parque local em troca de “patrocínios”.

Uau!

4 Comments:

Blogger papel químico said...

ainda há esperança para a humanidade. que miúdo querido.

28 janeiro, 2010 13:39  
Blogger Helena Mendes said...

No meio desta sociedade de lixo, ainda se consegue ver pessoas como este miudo. Os pais estão de parabéns pela educação que lhe deram.

28 janeiro, 2010 15:02  
Blogger Menina said...

Que miúdo fantástico!=)*

28 janeiro, 2010 20:42  
Blogger Vida de Praia said...

Felizmente que sim, papel! Claro que me fez logo lembrar outro miúdo amoroso que eu conheço ;-)

Podes crer, helena. Espero que os pais estejam todos orgulhosos dele - merece! :-)

É mesmo, menina!
:-*

28 janeiro, 2010 23:05  

Enviar um comentário

<< Home